Páginas

segunda-feira, 29 de março de 2010

Quem é Nrsimhadeva?

SRI NRSIMHADEVA

De Hare Krsna The Best Channel

1

SRILA BHAKTIVEDANTA NARAYANA MAHARAJA

Quem é Nrsimhadeva?

“Hoje é o dia auspicioso do aparecimento do Senhor Nrsimhadeva. Quem é Nrsimhadeva? Ele é o próprio Krsna:

kesava dhrta narahari rupa

Krsna Kesava, Ele é o mesmo Kesava, mas não diretamente. Ele é não outro que não o cakra. O cakra de Krsna (arma em forma de roda ou disco) se tornou Nrsimhadeva, e onde quer que haja uma instalação do cakra de um templo, as preces são oferecidas para Nrsimhadeva.
A principal misericórdia do Senhor Nrsimhadeva é proteger os devotos. O cakra que salvou Ambarisa Maharaja era o próprio Nrsimhadeva, assim como o cakra que matou Sisupala também era Nrsimhadeva, pois não há diferença entre o Senhor Nrsimhadeva e o cakra. Todos os instrumentos (armas) nas mãos de Krsna se manifestam como Suas encarnações, encarnações de Visnu. Também pode ser dito que Suas encarnações são manifestações de Baladeva Prabhu.

Se você tiver qualquer dificuldade ou problema causado por demônios ou outros e chamar Nrsimhadeva, Ele irá vir e lhe salvar. Os vaisnavas têm, portanto, uma consideração especial por Nrsimhadeva. Nós não adoramos outras encarnações como Vamanadeva, Kurmadeva ou Kalki, mas adoramos Nrsimhadeva”.1

Sobre Sri Prahlada


“Quando Prahlada Maharaja voltou da escola dos professores ateístas Sanda e Amarka e falou ao seu pai sobre os princípios da consciência de Krsna, seu pai com raiva disse aos professores: ‘Vou cortar suas cabeças. Por que vocês ensinaram a Prahlada sobre serviço devocional a Visnu?’. Os professores responderam tremendo: ‘Não ensinamos isto a Prahlada. Não sabemos porque ele está falando sobre isso. Você pode perguntar a ele se nós lhe ensinamos isso’. Hiranyakasipu se voltou para Prahlada e perguntou: ‘Onde você aprendeu isto? Se estes dois não lhe falaram essas coisas, então quem falou? Por que você está corajosamente falando coisas sobre rendição a Visnu, meu inimigo?’.

Prahlada começou a responder: ‘Sim, vocês são cegos – esses professores e você. Vocês são demônios. Se vocês não tomam a poeira dos pés de lótus dos devotos Vaisnavas altamente qualificados sobre suas cabeças como ornamentos, a sua assim chamada inteligência irá lhe enviar para o inferno. Os assim chamados guru e discípulo irão ambos para o inferno’.

Hiranyakasipu ficou muito furioso e, pegando sua espada e maça, ordenou aos seus homens: ‘Tragam elefantes loucos e cobras venenosas e joguem sobre ele, de forma que o matem! Tragam veneno e dêem a ele a força! Tragam minha irmã para colocar fogo nele. Joguem-no de uma montanha no oceano e amarrem uma pedra para que ele se afogue!’. Eles fizeram isto, milhares de soldados vieram matá-lo, mas não puderam atingir o resultado esperado. Hiranyakasipu tornou-se ansioso e com medo, enquanto pensava: ‘Queria matá-lo, mas ele não está morrendo. E pode ser que eu seja morto por ele’. Sanda e Amarka chegaram e o consolaram dizendo: ‘Não se preocupe, você controlou Indra e todos os outros semideuses. Prahlada é como um mosquito comparado a eles. Por que você está tão ansioso? Espere um pouco que nosso pai Sukracarya saiu para meditar. Ele retornará em breve e fará de Prahlada um garoto muito bom. Não se preocupe’.

Eles levaram Prahlada com eles para a escola e começaram a lhe ensinar política, duplicidade, hipocrisia, diplomacia, como ganhar dinheiro e como governar um país – dividir e controlar. Prahlada não dizia nada nas aulas, simplesmente se lembrava de seu Senhor Krsna.
Um dia os professores disseram para Prahlada: ‘Vamos sair para um trabalho importante, então, por algum tempo, você deve tomar conta desses meninos como um monitor. Voltaremos logo’. Na ausência dos professores, os meninos começaram a brincar aqui e ali. Prahlada pediu a eles: ‘Não façam isso. Por favor, escutem pois vou falar algo que vai tornar suas vidas felizes’. (…)

Sri Prahlada lhes disse: ‘Se vocês não aceitarem a consciência de Krsna agora, então, mais tarde, como serão capazes de abandonar a absorção na sua vida de casados e em seus filhos pequenos? Se o seu pai for muito velho, como você será capaz de o abandonar? Seu filho pequeno irá lhe chamar muito amorosamente: papai, mamãe. Como você será capaz de abandonar a absorção neles? Seus belos jardins e belos cachorros – como você irá os abandonar? É melhor abandonar tudo que é material e cantar e lembrar-se do Senhor Krsna. Se vocês querem ser felizes, então pratiquem bhakti-yoga, serviço devocional ao Senhor Krsna’.

Os estudantes perguntaram: ‘Prahlada, você sempre assiste as aulas de Sanda e Amarka, então onde aprendeu esta filosofia?’

Prahlada Maharaja respondeu: ‘Nunca aprendi nada com esses falsos gurus. Meu guru é Sri Narada Rsi. Quando eu estava no ventre da minha mãe, aprendi toda essa filosofia de Sri Narada’. Então ele perguntou: ‘Vocês estão convencidos?’.

As crianças responderam: ‘Oh sim, estamos todos convencidos’.

‘Então venham comigo fazer sankirtana, o canto congregacional dos santos nomes do Senhor’. Prahlada então começou o sankirtana.

[Os devotos presentes na aula de Srila Narayana Maharaja também começaram o kirtana, mas foram interrompidos pela voz alta de Sripad Asrama Maharaja representando Hiranyakasipu, que foi, por sua vez, dilacerado por Sripad Mahibharata dasa representando o Senhor Nrsimhadeva numa peça de dois minutos.]

Obrigado pela sua bela demonstração. Em um momento, o Senhor Nrsimhadeva tirou os intestinos de Hiranyakasipu e colocou-os em torno de Seu pescoço começando a rugir. Sua juba começou a voar no ar e fez com que parecesse que o mundo inteiro estava terminando. Ele estava tão furioso que o Senhor Brahma, o Senhor Sankara, Sri Laksmi devi e todas as outras grandes personalidades que chegaram para assistir a cena pensaram: ‘Oh, ele irá destruir o universo inteiro.’ Eles pediram ao Senhor Brahma: ‘Você é filho dEle, você deve ir e apaziguá-lo’. O Senhor Brahma fez uma objeção: ‘Oh, desta vez eu não posso ir’.

Os semideuses então pediram que o Senhor Sankara apaziguasse o Senhor, mas ele disse: ‘Eu não posso ir’. Depois eles perguntaram a Laksmi devi: ‘Laksmi Devi, você está sempre O servindo e massageando no mundo espiritual. Por favor, vá e acalme-O’. Ela respondeu: ‘Hoje eu não posso ir’. Brahma e outros então pediram a Prahlada: ‘Você pode fazê-lo, você deve ir’.

Ouvindo isto Prahlada, mui corajosamente e sem nenhum medo, pulou no colo do Senhor Nrsimhadeva. Ao ver Prahlada, o Senhor Nrsimhadeva começou a chorar pesaroso com muitas lágrimas fluindo de Seus olhos. Ele começou a lamber o corpo de Prahlada, como uma leoa lambe sua cria – porque ele estava na sua forma metade animal e metade leão. Após isto Ele falou a Prahlada: ‘Estou muito desconcertado que eu Me atrasei. Seu pai lhe causou tantos problemas – ele até mesmo tentou lhe matar – e Eu Me atrasei. Perdoe-Me por este atraso e receba qualquer benção que você quiser’.

Prahlada Maharaja disse: ‘Não sou um comerciante. Não quero pedir nada ou aceitar qualquer benção em troca pelo meu serviço a Você’.
‘Prahlada você deve pedir uma benção, porque você ter me visto não deve ser em vão. Você pode pedir qualquer benção – para Me satisfazer; senão Eu não ficarei satisfeito’. Prahlada disse: ‘Por favor, perdoe meu pai e o libere’.

‘Está feito’.

‘Como está feito?’

‘Vinte e uma gerações de um uttama-adhikari, classe de Vaisnava mais elevada, serão liberados, mesmo se as gerações de membros familiares sejam não-devotos. Para aqueles que são madhyama-adhikari, devotos da segunda-classe, seus antepassados de catorze gerações serão liberados. Mesmo que a pessoa seja um kanistha, um devoto neófito, mas que sinceramente cante e se lembre de Krsna, então sete gerações serão facilmente liberadas. Seu pai está na primeira geração, portanto, ele será certamente liberado. Agora peça uma benção’.

Prahlada disse: ‘Se Você quer me dar uma benção, permita que eu viva neste mundo por muitos anos sofrendo os problemas que todos receberam devido às reações das suas atividades pecaminosas, e a dor da interminável cadeia de nascimentos e mortes – assim todos serão liberados, dos mais caídos aos mais elevados’.

‘Como pode ser isto?’, o Senhor Nrsimhadeva perguntou.

Sri Prahlada disse: ‘Você pode fazer isto muito facilmente, porque Você vem pelos seus devotos. Todos os seres vivos são partes integrantes de Você e Seus servos eternos. Desta forma eu sei que Você pode certamente liberá-los’.

O Senhor Nrsimhadeva disse: ‘Se alguém ouvir, lembrar ou contar aos outros sobre nossos passatempos, tal pessoa será certamente liberada. Ela será gradualmente liberada – primeiro abrigando-se em Sri Gurudeva através de instrução e iniciação’.

Sri Prahlada Maharaja jamais pediu salvação ou ayujya mukti, a liberação impessoal de se fundir na refulgência do Senhor Supremo. Ele rejeitou tudo que era material e, portanto, ele é um parama-bhagavata de alta classe, um grande devoto. Nrsimhadeva lhe disse: ‘Você será o exemplo ideal’.

As pessoas irão dizer: ‘Sempre seja um grande devoto como Prahlada Maharaja’ ou ainda ‘Ele é um devoto como Prahlada Maharaja’. Sempre que o assunto sobre bhakti, serviço devocional puro surgir, as pessoas dirão: “Oh, Prahlada Maharaja era um maha-bhagavata, um devoto puro. Tantas dificuldades ocorreram em sua vida, mas ele tolerou todas elas. Ele nuncou amaldiçou seu pai ou respondeu com palavras grosseiras’.

Devemos tentar realizar essas verdade e praticar bhakti-yoga como Prahlada Maharaja. (…)

Por que o Senhor Nrsimhadeva apareceu de um pilar? Ele agiu assim para tornar verdadeiras as palavras de seu devoto. Antes de ser morto, Hiranyakasipu perguntara a Prahlada: ‘Onde está o seu Senhor? Você já O viu?’. Prahlada respondeu: “Oh sim, Ele está em toda parte. Não existe lugar em que Ele não esteja. Ele está no interior do átomo, no coração das entidades vivas – em todos os lugares’.

Você acredita nisso?

[Devotos:] Sim.

Então saibam que o Senhor Krsna está vendo vocês, em toda parte e em todas as circunstâncias. Se você está roubando ou fazendo algo sem sentido, as outras pessoas podem não perceber o que você está fazendo, mas Ele sabe. Ele está em todos os lugares.

Então Hiranyakasipu falou: ‘Ele está nesse pilar?’. Prahlada respondeu: ‘Certamente’. Hiranyakasipu então ergueu sua maça e golpeou o pilar. Um rugido alto veio do pilar. Hiranyakasipu assustado começou a olhar em volta: ‘De onde este som está vindo?’. Então Ele viu que vinha do pilar.

O Senhor Nrsimhadeva é tão misericordioso que veio para cumprir a maldição dada pelos Quatro Kumaras para Jaya e Vijaya, os dois guardiões do portão de Vaikuntha. Eles tinham sido almadiçoados a vir a este mundo como Hiranyakasipu e seu irmão e para cumprir também a benção que Brahma deu para Hiranyakasipu. Hiranyakasipu não podia ser morto pela criação de ninguém, nem dia nem de noite, em nenhum mês do ano, nem por nenhuma arma. Para tornar as palavras do Senhor Brahma verdadeiras, o Senhor Nrsimhadeva no por do sol, que não é nem dia nem noite. Ele não morreu nem no céu nem na terra, pois o Senhor Nrsimhadeva o ergueu e colocou em Seu colo. Ele não morreu nem dentro nem fora de um cômodo, pois o Senhor Nrsimhadeva matou-o na escada da porta. E ele não morreu por qualquer arma, pois o Senhor Nrsimhadeva o matou com Suas unhas. Ele rasgou Hiranyakasipu e pegou seus intestinos.

Então o Senhor Nrsimhadeva saiu do pilar e Hiranyakasipu viu que Ele está em toda parte. Você pode pensar: ‘Estou sozinho quando faço coisas sem sentido’, mas Ele verá. Seus olhos são o sol e a lua e Ele está em todos os átomos do ar.

O Senhor Nrsimhadeva queria testar Prahlada oferecendo-lhe bençãos, para ver se ele queria ser enganado por elas. O Senhor lhe ofereceu sayujya-mukti que fora dada a Sisupala. Ele ofereceu-lhe a salvação quetantos sábios e Maharsis, reis santos, na linha de Sankaracarya não podem atingir em milhares de nascimentos. Nrsimhadeva poderia dar isto mui facilmente a Prahlada, mas Prahlada recusou tudo isso. Ele repetidamente pediu que Prahlada aceitasse, mas ele recusou.

Prahlada disse: ‘Não sou um negociante. Não aceitarei uma benção em troca do meu serviço a Você. O que falar de sayujya- mukti, liberação impessoal, nem sequer tenho um desejo pessoal de estar nos planetas espirituais de Vaikuntha. Não quero nenhuma remuneração’.

O Senhor Nrsimhadeva perguntou: ‘O que você quer?’. Sri Prahlada falou: ‘Por favor, seja misericordioso com todas as entidades vivas. Assim ficarei satisfeito e Você também ficará satisfeito. Porque Você é bhakta-vatsala, Você tem um desejo ilimitado de satisfazer Seus devotos e sabe que todos os seres vivos são Seus servos eternos, por favor, seja misericordioso e dê essa benção a todos. E, se Você quiser, eu ficarei aqui neste mundo para sempre sofrendo todas as reações pecaminosas deles. Ó, Acyuta, Senhor infalível, não me importo de aceitar centenas de milhares de nascimentos – mas quero que, onde quer que eu esteja, possa receber a associação elevada dos Seus devotos puros e sempre Lhe adorar. Não quero nada mais’.

Sri Laksmi devi, Garuda, o Senhor Brahma, o Senhor Sankara e muitas outras grandes personalidades estavam presentes, mas o Senhor Nrsimhadeva deu preferência a Prahlada Maharaja. Ele disse: ‘Não pude enganá-lo. Você Me conquistou. Eu não favoreço Sankarsana, Minha Laksmi devi, Meu mensageiro e carregador Garuda ou o Senhor Brahma tanto quanto Eu favoreço Você’.

Sri Prahlada Maharaja nunca se preocupou com qualquer problema que surgiu em sua vida e cumpriu sua missão em um período muito curto. Seu pai queria matá-lo, mas ele nunca se preocupou. Se a morte está para vir, ela virá; e você não será capaz de fazer nada para se proteger. Prahlada Maharaja era muito corajoso; vocês também devem ser como ele. Estou falando todas essas verdades para vocês. Se a morte está vindo, ou se tantos problemas e sofrimentos estão vindo, tente manter seus pés sobre as cabeças de todos eles. Não se exaspere. Tente fazer bhajana, cantar e se lembrar de Krsna sem nenhuma hesitação e sem considerar nenhum obstáculo. Este é o ensinamento de Sri Prahlada Maharaja”. 2



Jaya Srila Gurudeva pativa pavana !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sign by Danasoft - Get Your Free Sign